Nós em Londres


Suiça 2 – Portugal 0
Junho 16, 2008, 9:34 am
Filed under: Uncategorized

Granda monguice. Eu em pânico, a televisão nao funcionava, o meu computador é o cancro electronico do costume, e eu com uma francesa e um italiano cá em casa à procura de um pub que não tivesse descrédito total no jogo.

Lá encontrámos um, à pressa, que tinha duas televisões por metro quadrado e um homem com ar de assassino de criancinhas junto de cada um dos aparelhos. E tanto sofrimento para nada – granda bidé de jogo.

Bem sei que não importa muito – já passamos e tal. Mas hoje no ‘publico.pt’ li este comentário:

“16.06.2008 – 05h09 – José, Zurich

Se Scolari e companhia soubessem como é importante para um imigrante portugues na suissa alemã
principalmente poder olhar o patrão e os outros suissos e deizer «gahnámos» não teriam afeito a q
figura muito triste que fizeram. Mas não sabem nem querem saber. Veremos ainda se esta derrota
não terá tido outras consequências. O Scolari fez asneira.”
E a derrota de repente custou um bocadinho mais, porque se tivesse sido contra a Inglaterra eu acho que tinha chorado.
Há uma especie de gratidão que se tem sempre pelo país que acolhe. Mas por uma razão que me há-de sempre ultrapassar, essa gratidão é acompanhada de um ressabiamento avassalador. daquele género de ira que dói tanto que apetece dar uma pêra em alguém. daquele que só é compensado por um sorriso sobranceiro depois de uma vitória futebol’istica.
estou consigo, Zé. Estou consigo.
R.
Anúncios

2 comentários so far
Deixe um comentário

É verdade o jogo foi mesmo uma miséria.
Os suplentes mostraram porque não devem passar de suplentes. Talvez o Scolari até tenha razão em ter poupado os titulares, mas vamos lá a ver se quando chegar a vez de defrontarmos a Alemanha não se vai dizer que os titulares estiveram demasiado tempo parados. Vamos ver…mas eu devo dizer que não estou muito optimista. Imagino o que os emigrantes, por esssa Europa fora não terão sofrido, sobretudo os da Suiça quem bem gostariam de no dia seguinte ao jogo, saudar os seus patrões, os seus chefes, ou os simples colegas suiços com um sorrizinho de gozo ao canto da boca e depois com um ar de falsa magnanimidade, dizer-lhes que afinal eles também são bons. Afinal…népia
Mas há mais campeonato para ver e mais esperança para gastar.
Beijinhos
P..

Comentar por Clemente

Eu por futebol não tenho grande interesse nem consigo fazer sequer a exegese do comentário do senhor Zé, mas adoro os “suissos” e flexões verbais como “deizer” e “gahnámos”!

Comentar por PM




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: